Menu Filtro

L-GLUTAMINA

A glutamina √© o amino√°cido mais abundante no plasma e no m√ļsculo, podendo ser encontrada em grandes quantidades tamb√©m em outros tecidos. Apesar de ser produzida pelo organismo, √© considerada condicionalmente essencial, pois em casos de traumas, grandes queimados, cirurgias e treinos extremamente extenuantes, sua reposi√ß√£o √© necess√°ria.

Apresenta diversas fun√ß√Ķes fisiol√≥gicas servindo como fonte de energia para c√©lulas, principalmente as do sistema imune, contribuindo para sua prolifera√ß√£o e desenvolvimento, assim como participar de processos de produ√ß√£o de energia, atuar no balan√ßo √°cido-b√°sico e o transporte de am√īnia entre os tecidos.

As c√©lulas do sistema imunol√≥gico, rins e intestino apresentam elevada ativa√ß√£o de uma enzima chamada glutaminase, respons√°vel pela hidr√≥lise (quebra) da glutamina, sendo denominados tecidos ‚Äúconsumidores‚ÄĚ. Por esta raz√£o, a suplementa√ß√£o glutamina √© utilizada em casos de disbiose (desequil√≠brio da flora intestinal) e baixa imunidade. J√° as c√©lulas dos pulm√Ķes, m√ļsculo esquel√©tico, f√≠gado e c√©rebro, possuem atividade da enzima glutamina sintetase, que transforma glutamato em glutamina, sendo ent√£o tecidos ‚Äúprodutores‚ÄĚ.

A predomin√Ęncia do tipo de fibra muscular pode influenciar a s√≠ntese de glutamina. Fibras do tipo 1 ou oxidativas podem apresentar cerca de tr√™s vezes mais estoques de glutamina em compara√ß√£o a fibras do tipo 2 ou glicol√≠ticas. Corredores de longa dist√Ęncia, por exemplo, apresentam maiores quantidades de fibra do tipo 1, que apresentam contra√ß√£o lenta, o que permite que forne√ßam maior toler√Ęncia √† fadiga, al√©m de maiores concentra√ß√Ķes de glutamina.

Um estudo envolvendo 151 corredores de maratonas e ultramaratonas demonstrou que a suplementa√ß√£o de glutamina p√≥s exerc√≠cio resultou em uma diminui√ß√£o do percentual de infec√ß√Ķes do trato respirat√≥rio superior quando comparado ao grupo placebo.

Assim todos esses fatores, como o estresse por traumas, cirurgias, grandes queimados e atividades extenuantes e de longa dura√ß√£o podem promover uma queda de glutamina, tornando sua suplementa√ß√£o essencial para a manuten√ß√£o de suas fun√ß√Ķes e para os tecidos que a utilizam.

 

Referências bibliográficas:

Cruzat VF, Petry ED, Tirapegui J. Glutamina: aspectos bioqu√≠micos, metab√≥licos, moleculares e de suplementa√ß√£o. Rev Bras Med Esporte ‚Äď Vol. 15, No 5 ‚Äď Set/Out, 2009.

Gabai VL, Sherman MY. Interplay between molecular chaperones and signaling pathways in survival of heat shock. J Appl Physiol. 2002;92:1743-8.

Rowbottom DG, Keast D, Morton AR. The emerging role of glutamine as an indicator of exercise stress and overtraining. Sports Med. 1996;21:80-97.

There are no responses so far.

Exceed

O time de farmacêuticos, químicos e nutricionista da EXCEED está sempre atento as ultimas descobertas na área da nutrição funcional e esportiva. Todos os nossos produtos são desenvolvidos através de criterioso trabalho de pesquisa científica, avalizado por médicos, nutricionistas, preparadores físicos e atletas de ponta que recomendam e comprovam na prática sua eficiência.

Patrocínio

Apoio