Menu Filtro

Desconforto gastrointestinal

Muitos corredores que correm um volume elevado no treino, mas especialmente em corridas mais longas e ultramaratonas, possuem desconforto gastrointestinal (dor, náusea, vômito, diarreia, constipação) durante e após o treino e competições. Apesar de as causas do desconforto serem diversas, muitos sintomas podem ser resolvidos com a mudança de hábitos, dieta e treinando o seu organismo. Neste artigo você encontra algumas dicas e sugestões para minimizar e eventualmente resolver o problema.

As causas de desconforto intestinal são várias, mas uma das principais é fluxo de sangue reduzido no sistema digestivo em atividades de alta intensidade por períodos prolongados. Estresse mecânico pelo “chacoalhar” da corrida, tipo e quantidade de alimento e bebidas
ingeridos antes de correr também são fatores contribuintes. Seguem algumas dicas para evitar o desconforto gastrointestinal:

– durma bem;
– evite a ingestão de grandes quantidades de alimento antes da corrida, especialmente alimentos com muita fibra (vegetais, legumes e alimentos integrais), gordura e açúcar;
– hidratação adequada é de extrema importância. Contudo, evite a ingestão de grandes quantidades de líquido logo antes da corrida, de uma vez, ou se hidratar em excesso (leia sobre hiponatremia aqui).
– consulte um nutricionista e tenha um planejamento alimentar;
– evite consumir alimentos novos próximo da competição; habitue o seu organismo os introduzindo gradativamente durante os treinos;
– evite o consumo de cafeína antes de correr;
– quando sintomas se apresentarem, reduza o ritmo para permitir maior fluxo de sangue para o sistema digestivo;
– evite o uso de medicamentos anti-inflamatórios como aspirina e ibuprofeno (leia mais sobre o uso de anti-inflamatórios na corrida aqui);
– evite o consumo de bebidas alcóolicas antes e após o treino.

Se você possui histórico e sintomas com frequência, é recomendável fazer um registro de dieta, hábitos e sintomas e testar diferentes estratégias para tentar identificar a causa. A mudança de hábitos e cuidado com a alimentação podem aliviar ou resolver o problema. Com a presença de sintomas como sangue nas fezes e dor severa é indicado consultar um profissional médico.

Algumas condições como a doença celíaca e síndrome do intestino irritável possuem sintomas muito semelhantes aos de desconforto gastrointestinal comuns na corrida, e o diagnóstico pode ser retardado.

Bons treinos!

There are no responses so far.

Samanta Chu

Representante no Brasil e instrutora da Wilderness Medical Associates International (WMAI Brasil), ministra cursos no Brasil e no exterior desde 2011. Possui formação de Técnico de Emergências Médicas para Áreas Remotas (WEMT – EUA), é membro benfeitor do Grupo de Resgate em Montanha (Joinville, SC) e guia profissional conduzindo grupos em atividades outdoor diversas desde 2007.

Patrocínio

Apoio