Menu Filtro

Correndo 1001km em Portugal

Pois é.

Desde 2003 correndo provas longas, sempre vem a pergunta:

  • Quanto posso correr?

A resposta que normalmente me vem a cabeça é que posso correr qualquer distância ou tempo, desde que entre em velocidade de cruzeiro.

Será??!!

Então… Em abril terei a oportunidade de fazer mais um teste. Serão 1001km em 14 dias. Atravessando Portugal, de norte a sul, beirando a Espanha. Não tem marcações de caminho. A orientação é toda feita por GPS.

Vale dar uma entrada no site para entender a dimensão e beleza deste desafio:

http://portugalcountryside.com/

Essa é uma corrida diferente das que costumo competir. É feita em etapas. Ou seja, correremos uma Ultramaratona por dia!

São muitos os cuidados nos preparativos de logística e planejamento.

Quantos tênis devo levar? Uma ou duas meias no pé? Camisa longa ou curta? Corro mais rápido para chegar mais cedo e ter mais tempo para descansar? Ou vou mais lento, me preservando? Qual o filtro solar? Montagem do kit de primeiros socorros e kit para cuidar de possíveis bolhas. Qual é a melhor opção de mochila para essa prova? E a lista só cresce.

Utilizo uma planilha que fui fazendo ao longo das provas que participei com equipamentos utilizados e me baseio nela, acrescentando as novas demandas de cada prova.

A parte nutricional também precisa ser montada quase que milimetricamente. Como são muitos dias em competição, uma comida ou complemento que funciona no início da jornada pode se tornar insuportável lá na frente. Temos uma alteração de paladar ao longo das provas longas.

E o que falar do treinamento? Fundamental para meu rendimento, sem esquecer que não posso me machucar, pois dificilmente conseguirei me recuperar a tempo da etapa seguinte.

Continuando nas ponderações… E se eu ficar assado na virilha? E se tiver bolhas nos pés? E se o tênis ou a mochila arrebentar? E se? E se? E se? Esse exercício do “e se” não acaba nunca. São inúmeras variáveis.

E são essas variáveis e o imponderável que fazem com que essa prova seja tão inspiradora!

Encaro a Ultramaratona Portugal Countryside como uma travessia. Uma jornada de crescimento e autoconhecimento. Serão quilômetros e mais quilômetros correndo sozinho. Mas também conhecendo novas pessoas, culturas e paisagens. Sem falar em toda a história de Portugal e dos lugares que passaremos.

A prova tem uma dureza óbvia. Mas também traz uma sensação de liberdade. Olhe as fotos e se teletransporte para lá! É o que já estou fazendo.

 

O mote da prova é Mais de 1000 km por 1000 anos de história em 14 dias.

Um forte abraço e bons ventos.

@maurochasilew

Fonte Fotos: Site da Prova

______________________________________________________________________________________________

Os custos da Ultramaratona Portugal Country Side são muito altos, por conta de toda estrutura da prova, gastos de viagem, etc.

O Gear Tips Outdoor e a CamelBak montaram junto com o Mauro um projeto de Crowdfunding com recompensas.

Acesse o link. Contamos com seu apoio e divulgação deste projeto.

https://bit.ly/2ulj8BO

Desde já, o nosso muito obrigado!

There are no responses so far.

Mauro Chasilew

Mauro Chasilew

Mauro Chasilew, corredor de aventura desde 2003, ultra-maratonista, testador de equipamentos outdoor, é sócio da On the Rocks Aventuras , loja de equipamentos para atividades ao ar livre no Rio de Janeiro. Muita experiência e carisma. Mauro tem o apoio da CamelBak e Columbia e também é o diretor técnico da CamelBak Mountain Race.

Patrocínio

Apoio