Menu Filtro

Como Cuidar de Bolhas nos Pés

Recentemente fiz uma apresentação sobre Ultramaratonas no Congresso Gear Tips de Trail Running.

Uma das perguntas que mais recebi foi sobre como cuidar de bolhas nos pés. Então, aproveito para dar uma boa explanação por aqui.

Em primeiro lugar, gostaria de dizer que NÃO considero normal termos bolhas durante corridas e caminhadas.

O cuidado prévio com os pés, com uma boa escolha do calçado e meias, é importantíssimo. Como já falei em um outro texto, gosto de usar algum creme tipo hipoglós ou similar. Isso deixa meus pés protegidos de atritos e “impermeabilizados”. Algumas pessoas preferem vaselina. Outros ainda, pode acreditar, Vick Vaporub! A escolha é pessoal. Tem que testar para ver o que funciona melhor para você.

Existem também aqueles, que sabendo os locais onde costumam ter problemas em seus pés, protegem antecipadamente a região com algum tipo de adesivo próprio (ou não) para bolhas.

Ainda assim, infelizmente, elas podem aparecer. E virar um problemão para sua corrida. Por exemplo, na Jungle Marathon, uma Ultramaratona multi-day na Floresta Amazônica, vi bolhas terríveis em muitos corredores, Inclusive, os médicos da prova colocavam uma lona gigante no chão ao final de cada etapa para cuidar das feridas. Parecia uma praça de guerra!

Mas, e se for comigo, o que eu faço?

Normalmente se fala para não mexer em bolhas. Mas… Se não mexermos e continuarmos com a atividade, ela acabará estourando e, provavelmente, rasgando a pele. Garantia de dor, desconforto e possibilidade de infecção e inflamação. Além do risco de te impedir de continuar correndo ou andando por aí.

Então, precisaremos furar a bolha. Comece limpando bem o local. Pode ser com álcool.

Antigamente, passávamos uma agulha e linha e deixávamos a linha para drenar o líquido. Funciona bem, mas a linha se transforma em uma porta de entrada para infecções. Então, passamos a fazer vários furinhos para que a água saia mais rápido e facilmente.

Ao invés de agulhas tradicionais, tenho usado as de insulina. São mais finas, mais leves e menores.

Limpe mais uma vez o local com gentileza para também ajudar o fluxo de saída do líquido.

Você poderá colocar algum antisséptico no local. Espere secar bem. Proteja a área com adesivo próprio para bolhas. Já temos algumas opções desses curativos em nossas farmácias.

Caso não consiga os curativos específicos, poderá adaptar com esparadrapo comum ou Silver Tape. Nesse caso, a ideia é montar um Band Aid. Imagine cortar um pedaço grande do adesivo e um menor, mais ou menos do tamanho da bolha. Una os dois, juntando as partes com adesivo, montando o seu curativo e impedindo que a parte com cola fique presa na sua bolha (Imagem ilustrativa na galeria abaixo).

Pronto!

Coloque a meia com cuidado, faça uma boa amarração no seu calçado e volte a correr/andar lentamente até aquecer e ganhar confiança novamente para que você possa ir cada vez mais longe.

E lembre-se: São seus pés que te levarão pelos Caminhos. Portanto, cuide muito bem deles!

Um grande abraço e bons ventos.

There are no responses so far.

Mauro Chasilew

Mauro Chasilew

Mauro Chasilew, corredor de aventura desde 2003, ultra-maratonista, testador de equipamentos outdoor, é sócio da On the Rocks Aventuras , loja de equipamentos para atividades ao ar livre no Rio de Janeiro. Muita experiência e carisma. Mauro tem o apoio da CamelBak e Columbia e também é o diretor técnico da CamelBak Mountain Race.

Patrocínio

Apoio