Menu Filtro

Cobertor de emergência, devo carregar?

Bastante conhecido entre montanhistas, o cobertor de emergência é muitas vezes item obrigatório no kit de uma corrida de montanha ou ultra maratona, mas nem todos os corredores compreendem bem qual a sua função. Também chamado de manta térmica, é basicamente uma folha plástica coberta por um material aluminizado que possui a função de refletir o calor. Mas qual a sua utilidade para o corredor de montanha?

Originalmente desenvolvido pelo NASA para evitar o aquecimento de naves espaciais, hoje ele é mais conhecido na atuação contra a hipotermia. Mas não se iluda com o seu nome (especialmente com o termo “manta térmica”) pois é importante compreender que a manta/cobertor não gera calor, apenas reflete ondas de calor. E ao refletir de volta para você o calor que o seu corpo irradia ele pode ajudar a minimizar a perda de calor e prevenir a hipotermia. Caso a hipotermia já esteja ocorrendo, contudo, ele também contribui para reduzir mais perdas mas não irá resolver o problema sozinho, é necessário gerar calor com alimentos ou adicionar fontes externas de calor para elevar a temperatura do sistema e do corredor e eventualmente tratar o problema.

Em resumo, o cobertor de emergência é um elemento importante na prevenção e tratamento de hipotermia, especialmente se tratando de áreas remotas com recursos limitados, mas ele sozinho não faz milagre, é necessário observar alguns cuidados:

– Como já mencionado antes, é importante frisar que ele não gera calor apenas minimiza a perda por refletir de volta para a pessoa o calor irradiado. Por ser impermeável, ele também evita perdas pela exposição ao vento e à chuva
– Para minimizar ainda mais as perdas é necessário ter o cuidado de embrulhar completamente a pessoa com o cobertor (assim como embrulhamos os pequenos com o cobertor no inverno), evitando que ar quente escape. Há modelos disponíveis no mercado em forma de um saco de dormir (formato chamado sarcófago ou múmia) com este propósito
– O lado aluminizado (prateado) do cobertor, caso ele tenha um lado colorido, deve ficar voltado para o corredor
– Mesmo na prevenção, mas especialmente no tratamento, da hipotermia é necessário adicionar calor ao sistema alimentando o corredor e com alguma fonte externa de calor como uma garrafa com água quente ou aquecedores químicos, por exemplo.

Embora o cobertor de emergência seja mais conhecido pelo seu papel na prevenção da hipotermia, vale mencionar que ele também pode ajudar na prevenção e manutenção de problemas de calor, como a hipertermia. Neste caso o objetivo seria evitar que o corredor absorva mais calor do sol em locais sem abrigo, podendo-se utilizar o cobertor para fazer uma cobertura improvisada e refletir o calor do sol de volta para a atmosfera. Vale pontuar que o corredor não deve estar embrulhado no cobertor, mas apenas posicionado sob o mesmo, em sua sombra, e permitindo boa circulação de ar pois o objetivo agora é promover a perda de calor do corredor.

Por ser um equipamento extremamente leve (dezenas de gramas), compacto e barato sem dúvida recomendamos que você tenha uma manta térmica consigo sempre que você for para a montanha. Ele pode salvar sua vida prevenindo a hipotermia em um pernoite forçado caso você se perca, sofra um acidente ou tenha qualquer imprevisto durante um treino ou em uma corrida, e pode contribuir para evitar problemas de calor em uma corrida no deserto por reduzir a sua exposição ao sol.

Importante: O cobertor de emergência é apenas uma parte de uma série de atitudes e recursos que devem ser utilizados para administrar e tratar os problemas mencionados acima!

Bons treinos!

There are no responses so far.

Samanta Chu

Samanta Chu

Representante no Brasil e instrutora da Wilderness Medical Associates International (WMAI Brasil), ministra cursos no Brasil e no exterior desde 2011. Possui formação de Técnico de Emergências Médicas para Áreas Remotas (WEMT – EUA), é membro benfeitor do Grupo de Resgate em Montanha (Joinville, SC) e guia profissional conduzindo grupos em atividades outdoor diversas desde 2007.

Patrocínio

Apoio