Menu Filtro

Caí e rolei montanha abaixo, devo continuar?

Todo corredor de montanha está sujeito a tropeçar, cair, escorregar e se acidentar de alguma maneira durante um treino ou corrida. Características do ambiente de montanha, o terreno irregular, a visibilidade limitada em determinadas horas do dia e condições climáticas adversas são todos fatores contribuintes para que um corredor perca o controle ou sofra algum tipo de acidente ou colisão, além de lesões e escoriações.

Independentemente se você rolou encosta abaixo, caiu em um buraco, ou foi de cara no chão, após uma queda/acidente é essencial manter a calma e se recompor ao invés de levantar e sair correndo. Após passar por uma situação de estresse o nosso organismo libera adrenalina na corrente sanguínea, que faZ com que fiquemos “acelerados”, ou seja, alertas e com os músculos oxigenados, preparados para lutar ou correr pela nossa vida. Mas esse importante mecanismo evolutivo de sobrevivência tem uma implicação também importante: mascarar a dor. Enquanto a adrenalina estiver correndo pelas suas veias é possível que você tenha uma lesão importante e não sinta nenhuma dor (ou sinta dor menos intensa) ou tenha um sangramento importante e não perceba, especialmente se não for em um local no seu campo de visão imediato.

Portanto, após sofrer uma queda coloque-se em uma posição confortável e:

– respire fundo, mantenha a calma, e espere a adrenalina “abaixar” (o seu pulso deve abaixar também);
– faça uma autoavaliação com as mãos: há algum sangramento importante em alguma parte do corpo? Se sim, contenha o sangramento aplicando pressão direta no local por 10 min utilizando materiais do seu kit PS e efetue a limpeza da ferida se necessário;
– bateu a cabeça? Algo fora do normal ocorreu no momento do impacto? Se houver algum tipo de apagão, estrelas, desorientação, perda de memória, ou qualquer evento fora do normal, busque atendimento médico;
– você sente dor em algum osso ou articulação? É possível utilizar o membro sem dor? Se houver uma lesão de membro inferior, é seguro caminhar contanto que você não sinta dor ao fazê-lo. Caso sinta dor significativa o ideal é estabilizar com uma tala e pedir ajuda;
– você possui alguma dor importante no pescoço ou nas costas? Lembre-se que com quedas em muitas situações é possível ter sofrido uma lesão de coluna. Caso você sinta dor após a queda, mesmo que seja capaz de caminhar, é indicado buscar atendimento médico.

Após a autoavaliação acima também vale a pena monitorar os seus sinais vitais em descanso ao longo das próximas horas, assim como ficar atento ao seu estado de saúde de forma geral. Caso você tenha mal estar ou sinta algum desconforto ao longo das próximas horas busque atendimento médico.

Quero chamar a sua atenção para o fato de que embora você possa se sentir bem agora não significa que você não sofreu nenhuma lesão importante na queda. Problemas sérios podem se desenvolver ao longo das próximas horas sem apresentar sintomas imediatos, portanto evite ficar sozinho nas 24h após o evento caso tenha sofrido uma queda mais séria (muita velocidade, grande altura, muita energia envolvida) pois você pode precisar de ajuda para buscar atendimento médico caso algum problema se agrave ao longo do tempo.

E claro, se a resposta for não para as perguntas acima, sacuda a poeira e continue a corrida!

Bons treinos!

There are no responses so far.

Samanta Chu

Representante no Brasil e instrutora da Wilderness Medical Associates International (WMAI Brasil), ministra cursos no Brasil e no exterior desde 2011. Possui formação de Técnico de Emergências Médicas para Áreas Remotas (WEMT – EUA), é membro benfeitor do Grupo de Resgate em Montanha (Joinville, SC) e guia profissional conduzindo grupos em atividades outdoor diversas desde 2007.

Patrocínio

Apoio