Menu Filtro

Atividade Física x Diabetes Mellitus tipo II

No quadro de diabetes tipo 2 acontece a resistência à insulina. Ao consumirmos fontes de carboidrato, este é quebrado e transformado em glicose para ser absorvido pelo intestino. Ao chegar no sangue, as moléculas de glicose promovem uma sinalização para que seja excretada insulina, que se ligará aos receptores celulares e estimulará a passagem de uma molécula de dentro da célula para a superfície para que ocorra a entrada da glicose. Com a resistência à insulina, há uma espécie de de falha nos receptores de se ligarem à ela, ocasionando um aumento da concentração de glicose na corrente sanguínea.

Estudos t√™m demonstrado que o exerc√≠cio pode promover uma transloca√ß√£o de GLUT-4 (mol√©cula que permite a passagem de glicose para dentro da c√©lula) de forma independente de insulina, sendo assim de grande import√Ęncia para indiv√≠duos diab√©ticos. A contra√ß√£o muscular em atividades de moderada a alta intensidade promove um aumento da necessidade de produ√ß√£o de energia (ATP) e tamb√©m a atividade de uma prote√≠na quinase chamada AMPK, que estimulando vias de ress√≠ntese de ATP favorecem a transloca√ß√£o do GLUT-4 para a membrana da c√©lula, otimizando a capta√ß√£o de glicose do sangue. Essa a√ß√£o da atividade f√≠sica ainda se perdura ap√≥s seu t√©rmino; demonstrando seu grande papel n√£o apenas na preven√ß√£o, mas tamb√©m no tratamento da resist√™ncia √† insulina e diabetes.

Texto escrito por Camila Parente Santos, Nutricionista Esportiva na Exceed.

Publicação da Exceed, parceira do CamelBak Training Club.

There are no responses so far.

Exceed

O time de farmacêuticos, químicos e nutricionista da EXCEED está sempre atento as ultimas descobertas na área da nutrição funcional e esportiva. Todos os nossos produtos são desenvolvidos através de criterioso trabalho de pesquisa científica, avalizado por médicos, nutricionistas, preparadores físicos e atletas de ponta que recomendam e comprovam na prática sua eficiência.

Patrocínio

Apoio