Menu Filtro

Os efeitos da desidratação e da temperatura corporal durante a prática de exercícios

Hypohydration and Hyperthermia Impair Neuromuscular Control after Exercise.
Medicine & Science in Sports & Exercise, American College of Sports Medicine. Nov 2012 (tradução livre: A Hipohidratação e a Hipertermia Prejudicam o Controle Neuromuscular Depois da Prática de Exercícios)

Objetivo da pesquisa: Avaliar os efeitos da desidratação e da temperatura elevada do organismo nas técnicas de movimentação e no equilíbrio durante os exercícios.

Introdução: Lesões musculoesqueléticas nos membros inferiores decorrentes de atividades físicas e esportivas, como entorses de tornozelo e distensão do músculo da panturrilha, são extremamente comuns e caras. Além de estarem associadas a altos custos financeiros, essas lesões também têm consequências desastrosas de longo prazo, como o desenvolvimento precoce de osteoartrite ou um desconforto constante. Essas consequências demonstram a necessidade de uma prevenção efetiva de lesões em membros inferiores, e o primeiro passo para isso é identificar e entender os fatores de risco associados a essas lesões. Algumas escolas de pensamento antigas sugeriam que a fadiga pudesse ser considerada o maior fator de risco à lesão. Porém, esses estudos anteriores sobre o tema não analisaram os três fatores em questão (desidratação, temperatura elevada e fadiga) isoladamente para avaliar o risco com precisão.

Neste estudo, estabelecemos quatro grupos de atletas que estavam igualmente cansados para avaliar os efeitos da desidratação e temperatura elevada no movimento e equilíbrio.

  1. Temperatura normal e boa hidratação.
  2. Temperatura alta e boa hidratação.
  3. Temperatura normal e desidratação.
  4. Temperatura alta e desidratação.

Debate: Foi demonstrado que a técnica de movimentação e o equilíbrio são fatores de risco relacionados a lesões dos membros inferiores. O resultado mais importante deste estudo foi entender que a desidratação e a hipertermia (alta temperatura do organismo) influenciam negativamente a técnica de movimentação de aterrisagens. No entanto, ao analisar a técnica de movimentação e o equilíbrio isoladamente, observou-se que a prática de exercícios no calor ou apresentando um quadro de desidratação não leva a uma alteração do controle neuromuscular. Esses resultados enfatizam a necessidade de uma hidratação adequada durante a prática de exercícios no calor com o intuito de reduzir o risco de lesões.

Conclusão: O controle neuromuscular é prejudicado se a prática de exercícios ocorre no calor e o atleta estiver desidratado. Esses resultados sugerem que a prática da atividade física no calor enquanto desidratado pode afetar os parâmetros associados a alto risco de lesões. Mantenha-se hidratado quando estiver se exercitando, principalmente no calor.

Para mais informações, leia o estudo completo que descreve os métodos utilizados e os resultados encontrados: Hypohydration and Hyperthermia Impair Neuromuscular Control after Exercise (tradução livre: A Hipohidratação e a Hipertermia Prejudicam o Controle Neuromuscular Depois da Prática de Exercícios).

 

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

There are no responses so far.

CamelBak Trainning Club

CamelBak Trainning Club

Parceiros

Apoio